UM BANQUETE PARA HITLER – A MORTE ESTÁ SERVIDA

UM BANQUETE PARA HITLER – A MORTE ESTÁ SERVIDA

Sempre gostei muito de histórias sobre a segunda guerra mundial, de como as pessoas foram afetadas por tudo aquilo que aconteceu. Quando vi esse livro na prateleira da livraria fui obrigada a comprar, além do título interessantíssimo, a sinopse me deixou muito curiosa para saber o que se passava dentro daquelas páginas.

Magda Ritter, a personagem principal mora em Berlin com os pais. A mãe gosta do Führer e o pai sabe e acredita em todas as atrocidades feitas pelo Reich, que chegam aos seus ouvidos. 

Com os bombardeios dos aliados chegando cada vez mais perto, Magda se muda para o sul da Alemanha, na casa dos tios. O casal é extremamente devoto à Hitler e tem casa toda enfeitada com as suásticas nazistas e vermelho por todo o lado. A tia lhe diz que ela é obrigada a trabalhar, se não terá que deixar a casa e que se ela não se filiar ao partido, será muito difícil que consiga algum emprego.

Rapidamente Magda consegue um trabalho na Berghof, uma das residências do Führer, um emprego secreto em que ela tem que lidar com o medo da morte todos os dias. Ela como uma das 15 provadoras oficiais de Hitler, estuda bastante e inclusive prova alguns “venenos” para saber o gosto que eles tem e assim poder salvar o líder do Reich.

Com o passar da história ela vai ganhando a confiança de algumas pessoas e acaba se aproximando de Hitler, no qual mais intimamente, com amigos e funcionários é como se fosse um “pai” amigável e cordial com todos.

Magda se apaixona pelo Capitão Weber e acaba descobrindo alguns dos planos para matar Hitler, porém ela mesma tem o desejo de faze-lo.

Os aliados vão chegando cada vez mais perto e fechando o cerco, algumas escolhas de Magda a levam à sentir e ver como as pessoas podem ser brutais, bárbaras e desumanas.  De outro lado enquanto o povo padece da falta de alimentos e condições melhores, os mais próximos ao Führer são servidos com ótimas refeições e muitos nem sabem o que se passa no país.

Magda passou de uma jovem comum, que apenas sonhava em ter uma família, à uma mulher forte, que estava entre Hitler e a morte, e que não sabia o que o futuro lhe reservava. 


O livro foi escrito sob o pseudônimo de V. S. Alexander, baseado em fatos reais, na história de vida contada por Margot Woelk, misturando ficção, realidade e muita pesquisa. Durante a leitura desejei que alguns fatos fossem realmente reais e outros parte de uma ficção e uma mente muito criativa para o terror. 


Título Original: The Taster

Autor: V. S. Alexander

Tradução: Cristina Antunes

Editora: Guttenberg, 2018

Gênero: Romance / Ficção 

Páginas: 301

Leave a Reply