ALMAÚNICA – VINÍCOLA NO VALE DOS VINHEDOS

ALMAÚNICA – VINÍCOLA NO VALE DOS VINHEDOS

Um brinde ao pôr do sol, no deck da vinícola Almaúnica

Uma das vinícolas mais novas do Vale dos Vinhedos, se não a mais nova (2008), mas nem por isso deixa de ter tradição, história e muito sabor.

É impossível não notar a vinícola quando se está percorrendo o Vale dos Vinhedos, a entrada única, cercada por árvores e 3 hectares de uvas, com as variedades Cabernet Sauvignon, Merlot e Chardonnay, não passa despercebida.

Esse terreno, nos arredores da vinícola foi especialmente preparado para receber as vinhas. Elas foram selecionadas e plantadas de uma forma que priorize a baixa produção por videira. Foram plantados 6,5 mil pés de uvas por hectare, dessa forma a Almaúnica é a vinícola com maior densidade de plantio do Brasil. Ok, mas o que isso quer dizer?

Isso explica um pouco o conceito da Almaúnica. Eles tem uma produção extremamente controlada e limitada a 2kg de uvas por videira. Isso garante que elas tenham mais qualidade, mais compostos aromáticos, mais açúcares, taninos e vinhos menos ácidos. Bacana, não é mesmo?

A capacidade de produção da vinícola é de 150 mil litros, mas eles produzem somente 80 mil. A ideia é sempre produzir garrafas limitadas de cada vinho, trazendo um conceito mais de vinícola boutique, com vinhos finos e espumantes conceituados.


Eu tive a oportunidade de conhecer alguns vinhos da vinícola Almaúnica na comemoração de 25 anos de um restaurante da cidade onde eu moro, não são vinhos que são encontrados em mercados, por exemplo. Somente em lugares mais especializados é possível encontrá-los.

Anotei na lista para quando voltássemos a Bento Gonçalves, irmos visitar e conhecer um pouco mais dos vinhos que tanto gostamos naquela ocasião. Depois de 2 meses, estávamos na sala de degustações da vinícola Almaúnica.


DEGUSTAÇÃO E VISITA GUIADA

Não é preciso agendar para fazer a visitação e a degustação, mas você tem que chegar até uma hora antes de fechar a vinícola.

A visita guiada é gratuita e mostra todo o processo de produção. O sistema é por gravidade e esse é um grande diferencial na produção. Desde o recebimento das uvas, até o enchimento dos barris, é o poder da gravidade que atua na elaboração dos vinhos.

Sr. Valdeci rotulando as garrafas do belo Merlot 2013.

Existem 3 tipos de degustações e essas são pagas a parte. Nós fizemos a degustação mais completa, no valor de R$90,00. Amamos toda a atenção que o Bruno nos deu na visita e a Paola na degustação. Com certeza tornaram nossa experiência a melhor possível.

Você pode conferir os horários de funcionamento e os valores no próprio site deles, se eles atualizarem as informações, você ficará sabendo.

SITE ALMAÚNICA

Gostamos bastante de todos os vinhos, mas é claro que sempre temos alguns preferidos. No meu caso os eleitos são esses 4:

1 – RESERVA ALMAÚNICA NATURE: O meu tipo preferido de espumante, o menos adocicado. Processo clássico tradicional, método Champenoise com fermentação na própria garrafa por 48 meses. 50% Chardonnay e 50% Pinot Noir.

2 – RESERVA ALMAÚNICA MERLOT 2013: Maturação de 18 meses em barricas de carvalho. 50% no Francês e os outros 50% no Americano. (O melhor custo benefício da vinícola).

3 – ULTRA PREMIUM ALMAÚNICA PARTE 2: Esse vinho é maravilhoso, segue o estilo Grand Cru (quer dizer que as parcelas usadas para a elaboração desse vinho são de altíssimo nível). Ele também tem a marca D.O Denominação de Origem do Vale dos Vinhedos. 24 meses em barricas de carvalho francês de primeiro uso.

4 – ULTRA PREMIUM ALMAÚNICA SYRAH S8: Tem toda uma história por trás desse vinho. Essa variedade de uva, Syrah, foi escolhida por ser um corajoso e ousado desafio para a sua implantação no Vale dos Vinhedos. Ela comemora os 8 anos desse projeto, de promover a difusão dessa uva na região. Foram elaboradas 2600 garrafas que ficaram maturando por 24 meses em barricas de carvalho americanas de primeiro uso.

Na foto: Criador e criatura. Magda (umas das proprietárias da vinícola), que tivemos o prazer de conhecer ao final de nossa degustação.


CURIOSIDADES: A madeira possui microporos e vai oxigenando o vinho, trazendo estabilidade e corpo. A barrica de carvalho americano é mais densa e menos porosa. Deixa os caninos mais presentes e os aromas mais voltados ao chocolate e aos defumados. A barrica de carvalho francês é mais nobre, mais porosa e faz com que a oxigenação do vinho seja mais rápida. O vinho que passa pelo carvalho francês, tende a ser mais equilibrado e trás mais destaque para as especiarias.



Os responsáveis por todos esses vinhos super elaborados e especiais são os irmão gêmeos Magda e Márcio Brandelli. São a quarta geração da família e continuam trazendo a cultura e a produção dos vinhos. A família começou em 1887 trazendo na bagagem a paixão pelas videiras.

A Almaúnica está embasada no conceito de que todo o vinho de fundamento é elabora com “alma” e cada garrafa é única.


Gostou das informações? Quando for viajar, planeje sua viagem por aqui! Você garante os melhores preços do mercado e descontos, e ainda me ajuda a manter o Blog Conhecendo o Mundo.


Este post é resultado de uma parceria comercial com o blog Conhecendo o Mundo. Ressaltamos que praticamos parcerias comerciais apenas com empresas das quais os serviços já vivenciamos e aprovamos. Tão somente, publicamos informações que acreditamos serem relevantes para vocês. Entenda à política de monetização do blog Conhecendo o Mundo.

Leave a Reply