O QUE FAZER EM LUXEMBURGO – ROTEIRO DE 1 DIA

O QUE FAZER EM LUXEMBURGO – ROTEIRO DE 1 DIA

Sabe aquele lugar que parece que saiu de um conto de fadas? Aqueles filmes de reis, rainhas e princesas? Assim que Luxemburgo se parece. 

Para quem é aqui do sul do Brasil, talvez vá se identificar um pouco com a minha história. Eu sou de santa Catarina e há pouco mais de 2 anos, Luxemburgo alterou uma lei que basicamente independente da geração, você poderia tentar tirar a cidadania Luxemburguesa. Pois bem, com muita alegria eu fui uma dessas pessoas que puderam usufruir dessa lei.

Ponte Adolphe – Um dos cartões postais da cidade

Pesquisei todos os antepassados da minha família e entramos com um pedido. Assim que descobri que precisaríamos ir até Luxemburgo assinar os papéis, comecei a sonhar com esse minúsculo país no meio da Europa.

A maioria das pessoas vai de passagem só para assinar os papéis e realmente é bem possível fazer todos os principais pontos turísticos em um só dia. Nesse artigo vou mostrar para você o que fazer em Luxemburgo em 1 dia, mas se você quiser e puder ficar mais tempo, é um lugar incrível para ser explorado, com muito mais atrações e histórias para conhecer.

Vamos ao Roteiro? O que fazer em Luxemburgo!

CURIOSIDADES: Em Luxemburgo eles falam 3 línguas oficiais: O Luxemburguês (falado só lá), o Francês e o Alemão. Obrigatoriamente você tem que sair da escola falando esses três idiomas. Além disso o inglês é praticamente básico e com todas as pessoas que precisamos conversar, pedir informações, etc., falavam inglês perfeitamente. Ahhh o Português (de Portugal) é o 5º idioma mais falado em Luxemburgo. Muitos Portugueses moram lá.

CATEDRAL DE NOTRE DAME 

Nem de perto tão famosa quanto à vizinha Francesa, mas com certeza com muito charme também. Chegamos e eles estavam rezando uma missa, assistimos um pedacinho e foi lindíssimo. A catedral foi construída entre 1613 e 1621, achei super rápido a construção.

A entrada é pela parte de trás da igreja, na rua atrás da Praça Guillaume II.

PALÁCIO DO GRÃO DUQUE

A residência oficial do Grão Duque de Luxemburgo fica bem no meio da cidade e do centrinho histórico. A construção é da época da renascença no século XVI e durante o verão é possível entrar no Palácio, mais ou menos do período que vai do meio de julho até o final de agosto. 

Luxemburgo é uma Monarquia e o Grão Duque é o Monarca soberano e chefe de estado do País.

PFAFFENTHAL LIFT – ELEVADOR DE LUXEMBURGO

O elevador panorâmico é gratuito e fica no bairro Pfaffenthal. Ele liga a parte alta e a parte baixa da cidade. Na parte de baixo tem alguns banheiros e são bem limpinhos (fica a dica para quem também toma muita água e já sai de casa procurando um banheiro como eu hehehe).

Nós descemos o elevador, andamos por todo o bairro da cidade baixa, por baixo do Viaduc (um viaduto de 45 metros de altura construído em 1859 para conectar o centro da cidade até a nova estação ferroviária) e depois subimos para as casemates.

CASEMATE DU BOCK E PÉTRUSSE– FORTIFICAÇÕES DE LUXEMBURGO

As casemates nada mais são do que muralhas e fortificações que protegiam a cidade de Luxemburgo.

Elas foram construídas na época da dominação espanhola em 1644. Antigamente eram 23km de túneis e hoje eles têm 17km de extensão. Esse incrível sistema de defesa tem galerias que chegam até 40 metros abaixo da terra e foram usadas como esconderijos durante várias guerras que aconteceram por lá.

Essa atração também fica aberta somente durante o verão e o valor é 7€. Mesmo indo na época de inverno e grande parte das fortificações estarem com grades, é possível andar por dentro e por cima de vários pedaços. Não sei como seria durante o verão, mas acredito que conseguimos conhecer uma grande parte das casemates.

Em 1994 as fortificações foram declaradas como patrimônio da Unesco.

DICA: Vá preparado! São muitas escadas, muitas escadas mesmo e muitas subidas e descidas. Várias colinas e vales por toda a cidade. Eu tenho uns probleminhas nos meus joelhos e foi dolorido, mas garanto que valeu a pena cada degrau.

IGREJA DE ST. JOHN – ABADIA NEUMÜNSTER – SEREIA MELUSINA

Essas três atrações ficam praticamente todas juntas. Primeiro vimos elas do alto das fortificações, depois descemos as escadinhas e chegamos mais perto de cada uma delas. 

Elas ficam no bairro Grund, um bairro antigo e cheio de charme bem perto do centro histórico. Você vai caminhando e quando percebe, já está por lá. É a parte mais baixa da cidade. 

A abadia incluía no projeto uma igreja e quatro edifícios com um pátio no interior. A 1ª igreja foi construída em 1309 e durante as guerras, acabou sendo demolida em 1542. Em 1606 começaram a construir uma nova igreja e desde 1688 ela tem a forma que vemos hoje. 

Dentro a igreja é rica em detalhes barrocos, tem um órgão enorme construído em 1710 e também é lar da Santa Negra, a santa que eles diziam que operava milagres de emergência. 

SEREIA MELUSINA

A sereia fica às margens do rio Alzette e a lenda conta o seguinte: O Conde que fundou Luxemburgo ouviu uma música e encontrou uma moça. Se apaixonou e à pediu em casamento. Ela aceitou, mas fez um acordo com o Conde. 

Uma vez por semana ela iria ao rio sozinha e ele não poderia segui-la. O Conde aceitou, mas em um belo dia resolveu ver o que tanto ela fazia no rio. Seguiu a sua amada até lá e quando ele a viu mergulhando no rio, ele se assustou e gritou. Com isso, Melusina viu que ele não cumpriu o acordo e imediatamente a sereia mergulhou e desapareceu nas profundezas do rio Alzette para nunca mais voltar.

Dizem que Melusina aparece de vez em quando na beira do rio cantando as suas canções. E lá está a sua estátua.

CURIOSIDADES: Luxemburgo foi um dos países a fundar a União Européia – EU e em 1999 entrou para a zona do euro.

VALLÉE DE LA PÉTRUSSE E PRAÇA DA CONSTITUIÇÃO

Um lindo vale que fica embaixo da ponte Adolphe. Hoje é todo arborizado e muito utilizado para atividades ao ar livre. Ainda é possível observar perto do rio vestígios do muro que foi construído em 1728 como uma barragem que seria destruída e inundaria o vale caso houvesse alguma invasão e ataque de inimigos. 

Um jardim lindo e muito bem cuidado, bandeiras e uma vista incrível para a ponte Adolphe. Essa é a praça da Constituição.

PONTE ADOLPHE

Normalmente aparece nas propagandas e folhetos da cidade de Luxemburgo. A ponte Adolphe é uma das principais atrações da ciade. Foi construída entre 1900 e 1903, apesar de ter mais de 100 anos, ainda é descrita por “ponte nova” pelos cidadãos Luxemburgueses. 

CURIOSIDADES: Em 1867 o Grão Ducado de Luxemburgo foi reconhecido como estado independente, mas em contra partida também teve que destruir grande parte de suas fortificações. Até então, Luxemburgo era um dos países mais fortificados do mundo e o mais fortificado da Europa, muitas vezes sendo chamado de Gibraltar do norte.


Antes de ir para Luxemburgo veja também a programação de eventos na cidade. Assim que definimos a data da nossa viagem corri para a internet pesquisar o que teria por lá durante aqueles dias. 

Sempre sonhei em poder ver de perto um grande organista, tocando um órgão de tubos e uma filarmônica. Demos a sorte de poder apreciar na filarmônica de Luxemburgo o grande Arvid Gast e a Filarmônica de Berlim em um concerto emocionante. 


O QUE USAR NO INVERNO EM LUXEMBURGO?

A temperatura estava em torno de 2ºC com sensação térmica de 0ºC. Durante os passeios pegamos dias bem nublados e com alguns chuviscos. Fomos para Luxemburgo em Janeiro/20.

Você já ouviu falar sobre a Fiero? Garanto para você que é uma vida antes e outra depois de conhecer essa marca. Foi a primeira viagem de inverno que eu não passei frio nos pés. Ahhh e sabia que ela é do Brasil? Achei o máximo termos produtos com essa proposta e qualidade, voltados para o frio intenso e neve.

Neste dia usei 1 calça e 1 blusa térmicos, 1 fleece, 2 calças daquelas coladinhas (tipo de academia) e 1 trench coat térmico e lindo (usei muitas vezes nessa viagem). Nos pés uma bota toda forrada com lã de carneiro natural. Durante os dias que estivemos por lá, usei a mesma roupa, só troquei os acessórios, como gorros e protetores de orelha.

Não esqueça também de usar luvas e gorro, perdemos muito calor pelas extremidades do nosso corpo e é ideal estarmos bem agasalhados também nessas áreas. Golas e cachecóis também são essenciais para nos mantermos mais aquecidos.

Para saber mais sobre as roupas e acessórios da Fiero, você pode conferir o site deles aqui: FIERO SHOP

DICA: Leve casacos e calçados que combinem com o máximo de peças. Assim você pode só trocar o gorro e a gola por exemplo e parece que está sempre com uma nova roupa. Um bom casaco preto é coringa!

Ahh se você quiser ver os Stories da nossa viagem para Luxemburgo, é só acessar esse link: STORIES LUXEMBURGO, deixamos salvo nos destaques do instagram. Te espero por lá!

MAIS FOTO DOS NOSSOS DIAS EM LUXEMBURGO


Gostou das informações? Quando for viajar, planeje sua viagem por aqui! Você garante os melhores preços do mercado e descontos, e ainda me ajuda a manter o Blog Conhecendo o Mundo.


Este post é resultado de uma parceria comercial com o blog Conhecendo o Mundo. Ressaltamos que praticamos parcerias comerciais apenas com empresas das quais os serviços já vivenciamos e aprovamos. Tão somente, publicamos informações que acreditamos serem relevantes para você. Entenda à política de monetização do blog Conhecendo o Mundo.

Deixe uma resposta