ROTEIRO: LISBOA EM 2 DIAS

ROTEIRO: LISBOA EM 2 DIAS

Portugal como um todo me surpreendeu demais. Eu queria visitar o país há algum tempo, mas não dava tanta importância. Até que um dia estávamos na França e achamos uma promoção para Lisboa.

Começo dizendo que Portugal é sensacional. Povo extremamente hospitaleiro e solicito. Desde o entregador na rua e o morador fazendo compras no mercado, até os atendentes dos hotéis, motoristas do Uber e oficiais nos aeroportos.

Eles tem uma alegria contagiante e fazem de tudo para o seu bem estar.


Vamos à Lisboa? Como era a primeira vez que estávamos visitando o lugar, demos preferência para os pontos mais turísticos e mesclamos com algumas dicas dos locais. Sempre gosto de voltar as cidades um tempo depois para fazer outro tipo de roteiro e fazer mais o que os moradores fazem. Descobrir cantinhos inusitados e me sentir uma “residente”.

O incrível azul do céu de Lisboa nos espera!

DIA 1

1 – Castelo de São Jorge

Começamos o dia visitando o Castelo de São Jorge, lá no alto da colina mais alta do centro histórico de Lisboa. Esse castelo tem muita história para contar e uma visita lá é fantástico.

Imagina, ele começou a ser construído no século 1 a.C., desde então passou pelas “mãos” de vários povos e foi reconstruído diversas vezes.

Pagamos 10€ por pessoa em janeiro/19. Fomos de Uber, partindo do bairro Lapa e pagamos 4€, ele vai quase na entrada do Castelo. Se você for a pé tem um elevador com o nome: Elevador Castelo e é de graça, facilita e não fica tão cansativo subir/descer as ladeiras. (usamos ele na descida). Ah ele fica dentro de um prédio e tem um mercadinho na entrada, mas é fácil de achar, qualquer coisa peça informação, eles vão praticamente levar você no colo heheh.

Destaque para visitar a câmara obscura no Castelo. Não pode tirar fotos e filmar lá dentro, mas é muito legal. Uma “engenhoca” bem antiga e nada tecnológica, permite observar Lisboa em tempo real e até ver as pessoas andando na rua à quilômetros de distância.

Parece pintura. Lisboa vista de uma das torres do Castelo São Jorge.

2 – Elevador Santa Justa

Descendo pelas ladeiras do Castelo, chegamos ao centrinho de Lisboa. Ali tem vários pontos turísticos para conhecer.

O elevador faz parte do sistema de transporte público da cidade, mas hoje é repleto de turistas subindo e descendo.

O valor fica 5,30€ para duas viagens, ou seja, subir e descer e também dá acesso ao miradouro. A distância entre o Castelo e o Elevador é de 530 metros, mas com bastante sobe e desce.

3 – Rua Augusta / Arco do triunfo da Augusta / Pastel de Bacalhau

A rua Augusta é na rua ao lado do elevador Santa Justa. Fica na Baixa Lisboa e liga a Praça do Rossio à Praça do Comércio.

Para subir no alto do Arco de Triunfo e ter uma vista 360º da cidade tem que pagar 3€.

Enquanto estiver caminhando pela Augusta, procure a Casa Portuguesa do Pastel de Bacalhau. É o lugar mais tradicional para se comer um pastel. Agora tem a opção com o queijo da Serra da Estrela, o queijo é uma delícia, mas eu prefiro o Pastel de Bacalhau tradicional. Cada um custa 4€

4 – Praça do Comércio

Vista do alto do Arco do Triunfo para a Praça do Comércio e Rio Tejo

Também é conhecida como antigo Terreiro do Paço. É um lugar bonito e fica as margens do rio Tejo. Nesse local, antigamente era a entrada nobre de Lisboa. Lá por 1500 quando o Brasil estava sendo descoberto, o Rei se mudou para este local junto com seu acervo com mais de 70.000 mil livros e ficou lá por 2 séculos, até o grande terremoto de 1755 destruir tudo.

5 – Mercado da Ribeira / Time Out

Saindo da Praça do Comércio fomos andando até o Mercado da Ribeira ( mercado público), que no mesmo prédio foi feito o Time Out, um lugar com muitas opções ótimas para comer. Tem coisas de todos os tipos, vale a refeição por lá.

6 – Jantar de Luxo no Olissippo Lapa Palace.

Nos hospedamos nesse hotel histórico e foi uma das experiências hoteleiras mais incríveis que tivemos. Eles tem muitas peças originais, afrescos vitrais, quadros, etc. Tivemos uma bela aula de história entre aquelas paredes de 1870

Falando sobre o Jantar, o restaurante é aberto ao público e recomendado pelo Guia Michelin e realmente faz jus. Tivemos um jantar memorável com direito a mimos do chef, entrada, prato principal, sobremesa e vinho para duas pessoas por 100€. ( para os padrões Europeus o valor estava bem bom, em outra capitais o valor é bem mais alto).

7 – Durma como um Conde

Literalmente isso! Em 1877 depois de ter comprado o lugar de um Visconde, o Conde de Valenças começou a transformar o local em um Palácio. Em um dos incríveis quartos, grande parte do mobiliário é original daquela época e você pode usufruir de tudo isso ficando ao menos uma noite por lá.

Nesse link você encontra uma matéria completa sobre o Olissipo Lapa Palace e tenho certeza de que fará sua reserva neste Palácio.

DIA 2

1 – Pastel de Belém 1837

Comece o dia na mais antiga Pastelaria de Belém, comendo um legítimo Pastel de Belém. Se comer em qualquer outro lugar será um pastel de nata, em Belém ele é Pastel de Belém, o único hehehe.

Essa casa foi fundada em 1837 e desde então usa a mesma receita secreta que veio do maravilhoso Mosteiro dos Jerónimos.

Cada pastel de Belém custa 1,10€, lá no local tem um espaço bem agradável para degustar essas belezinhas ou então peça para levar, o sabor é igualmente incrível.

2 – Mosteiro dos Jerónimos

Na outra esquina dos Pastéis de Belém você encontra a Praça do Império e o grandioso Mosteiro dos Jerónimos.

Gente, que lugar! A fachada tem mais de 300m e o Mosteiro foi construído no século XVI. A riqueza de detalhes é impressionante e ao entrar você se sente um grãozinho de areia de tão majestoso que é.

A Igreja do Mosteiro é uma das Igrejas – salão da Europa, isso quer dizer que o espaço interior é como um único salão e todas as naves (quem aí é da área de arquitetura?) são praticamente do mesmo tamanho, ou seja, é grande!

Lá também estão os túmulos de Vasco da Gama e Luís de Camões.

O valor da entrada é 10€.

Normalmente saindo do Mosteiro as pessoas vão ao Padrão dos Descobrimentos e na Torre de Belém, mas eu realmente aconselho você a voltar mais tarde e ir no pôr do sol, é deslumbrante.

3 – LX Factory

O LX Factory, é um dos pontos mais vibrantes de Lisboa e está muito em alta por lá. No hotel, nos recomendaram uma visita.

Um espaço que antigamente, lá por volta de 1850 abrigava grandes empresas como a Companhia de Fiação e Tecidos, Gráficas e outras Companhias Industriais, foi totalmente revitalizado em 2005. Ainda mantém 11 prédios originais e foi denominada como a Ilha da Criatividade.

A agenda cultural é grande e aos domingos tem feirinha. Eles mantem ao máximo as características da época. Tem Lojas de decoração, design, livrarias, oficinas artísticas, bares e muitas coisas divertidas.

4 – Hard Rock

Acredito que você tenha comido lá no LX Factory, mas uma passada no Hard Rock é sempre necessária. Se você for como eu e fizer coleção dos copos das cidades que visita ao redor do mundo, tem que ir lá garantir o seu.

Se ainda não tem nenhuma coleção, esses copos com os nomes dos lugares são muito legais. Vários conhecedores do mundo já enviaram um direct para nós falando sobre as novas coleções de copos que iniciaram.

5 – Padrão dos Descobrimentos

Chegou o fim de tarde e eu tenho certeza que você está feliz de ter escolhido essa hora para visitar essa parte de Lisboa.

Os monumentos ficam em tons dourados, os raios de sol no Rio Tejo são um espetáculo e você ali sentadinho na beira do rio apreciando tudo isso.

O céu extremamente azul de Lisboa e lá no alto a lua começando a aparecer.

Quando estávamos no avião, quase pousando, passamos por cima dessa área. Foi muito legal poder ver de vários ângulos o local exato de onde saiam as antigas caravelas e naus que foram responsáveis pelo transporte de quem descobriu grande parte do mundo.

Pedro Alvares Cabral, Vasco da Gama, Luiz Vaz de Camões e bem na frente, como estátua principal, o infante D. Henrique, essas são algumas das pessoas retratadas no monumento. Para subir os 56m de altura e ter uma vista privilegiada de todo o local, o valor é 6€.

6 – Torre de Belém

A poucos passos de distância do Padrão dos Descobrimentos, chegamos a Torre de Belém. Saindo do outro monumento vamos caminhando e apreciando o sol de pondo e chegando mais perto de mais uma maravilha histórica de Lisboa.

Antigamente tinha água por todos os lados, mas hoje é como se ela tivesse sido construída na “praia”, em terra firme. Ali era a porta de entrada marítima de Lisboa e a torre foi construída para lançar fogo nos possíveis intrusos. A também conhecida por Torre de São Vicente é uma das fortificações que integrava o plano defensivo da barra do Rio Tejo.

O valor para entrar é 6€

Dica: Fomos em janeiro de 2019 e pegamos esse pôr do sol lindo das 15:00 às 16:00h, depois ficamos apreciando até escurecer.

TRANSPORTE

Os bondinhos de Lisboa são um charme e super fotogênicos. O transporte público funciona bem, mas sinceramente? Vá de Uber. Os pontos turísticos são muito perto um dos outros e fizemos muitas coisas a pé. Ainda assim, antes de ir para um lugar mais afastado sempre comparávamos os preços do transporte público com o Uber, e o Uber ficou mais barato 90% das vezes, sem contar a comodidade. (em outras capitais, como Paris por exemplo, só usamos transporte público, mas em Lisboa realmente o Uber vale mais a pena).

Se você estiver com mais de uma pessoa, aí é praticamente de graça. A corrida mais cara que pagamos foi 5,20€, isso porque ficamos hospedados no Bairro da Lapa que fica a cerca de 3km do centro.


Lembre que o seguro viagem para Europa é obrigatório.

Gostou das informações? Quando for viajar planeje sua viagem por aqui! Você garante os melhores preços do mercado e descontos, e ainda ajuda o Blog Conhecendo o Mundo.

Leave a Reply